sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A BIODANÇA É BIOCÊNTRICA

A Biodança É Biocêntrica


Dançaterapia: Modelo: Pamela- Arte Digital: Henrique Vieira Filho
Dançaterapia: Modelo: Pamela- Arte Digital: Henrique Vieira Filho
Buscar um significado especial para nossas vidas não é tarefa fácil e para tanto é necessário ampliar o autoconhecimento para aflorar um sentimento profundo, abrangente e criativo, acompanhado de entusiasmo e de possibilidades a respeito de si próprio.

Poucos contestariam que o mundo moderno e as novas tecnologias têm facilitado muito a vida do ser humano, mas por outro giro, contribuíram também para afastar o contato com as pessoas, com a natureza, e, mormente consigo mesmo, atraindo a dissociação entre o sentir, o pensar e o fazer.
Talvez por isso as pessoas procurem mais recursos para melhorar sua qualidade de vida seja no trabalho, em casa ou na comunidade. Para construir relações mais saudáveis, o ser humano quando fragmentado entre seu pensar, sentir e fazer limita sua existência por mecanismos defensivos de evitação, levando-o muitas vezes aos sentimentos de menos valia, baixa autoestima e anestesia existencial.
Com o objetivo de contribuir para a melhoria da vida das pessoas foi criado na década de 1960 o Sistema Biodanza pelo professor, psicólogo, antropólogo, poeta e pintor chileno, Rolando Toro Araneda (1914-2010), quando desenvolvia pesquisas com música e dança para o tratamento de doentes mentais na Universidade do Chile. O primeiro nome dado ao sistema foi psicodanza. Após estudo minucioso, Rolando Toro percebeu que o nome psicodanza não era apropriado. Em uma epifania com a professora paulista Cecília Luzzi cunhou o acrônimo BIODANZA, para designar o sistema, cingir os movimentos corporais, as cerimônias dos encontros capazes de produzir homeostasia orgânica, afetiva, motora e existencial, contribuindo para o bem estar do ser humano nos níveis imunológico, endócrino e neurológico, contemplando também a visão e o caráter holístico do sistema, onde corpo mente e espírito constitui um todo inseparável na manifestação da vida. Desse modo, a partir do ano 1977, a psicodanza também no Brasil passou a ter o nome de “Biodanza - Sistema Rolando Toro”, A idéia de Rolando Toro aproximava-se do que era proposto pelo filósofo francês Roger Garaudy (1913-), em seu livro “Dançar a Vida”.
“Quando virdes as moças de Silo saindo para tomar parte nas danças, [...].” Juízes 21:21
“Davi dançava com todo o entusiasmo [...]” 2 Samuel 6:14
Rolando Toro deu continuidade ao anseio de Carl Gustav Jung (1875-1961) que desejava que o trabalho analítico desaguasse na corporeidade. Revisitando Donald Woods Winnicott (1896-1971), Rolando Toro aprimorou o processo de amadurecimento e a ética do cuidado humano arraigado na prática vivencial da Biodanza. A arquitetura da Biodanza é fundamentada no princípio Biocêntrico no qual Universo é um holograma vivo. Esse princípio se propõe a orientar os relacionamentos sociais e educacionais para a criação de uma estrutura psíquica capaz de estimular como centro e ponto de partida os comportamentos humanos. Entre os benefícios da Biodanza (não é preciso saber dançar, tampouco experiência anterior), encontramos a possibilidade das pessoas se conhecerem melhor, se aceitarem, ficarem desinibidas e felizes. Esses benefícios contribuem para a ampliação do autoconhecimento e da autoestima, minimizando os medos de colocar limites, de explicitar desejos, de expressar anseios, de olhar nos olhos do outro, de tocar, de ser tocado e de se aproximar, dentre outros. Dança, música e contato em grupo atuam no corpo e na mente.
Os encontros, denominados de sessões, são realizados em local seguro. Um clima de mútua confiança é propiciado pela presença suave, terna, receptiva e disponível dos participantes o que permite a cada um conectar-se cada vez mais profundamente com a sua própria identidade. O andamento de cada sessão ocorre basicamente em duas fases distintas: uma verbal e outra vivencial. A verbal acontece no início e abrange aproximadamente um terço da sessão. O tempo restante é dedicado para vivências, músicas e movimentos corporais.
As vivências(com duração ideal de duas horas) são exercícios semi estruturados pelo facilitador e realizados por todos os participantes. A integração da vitalidade, da sexualidade, da criatividade, da afetividade e da transcendência é assim deflagrada nas vivências. Nas vivências em grupo, são utilizadas músicas, cantos e dança, na última estão compreendidos os movimentos que também envolvem a pulsação do coração, o olhar e as mãos dadas, numa integração entre o sentir, o pensar e o fazer. A dança resgata movimentos e gestos de vida encontrados no cotidiano de cada pessoa e nas experiências dos diversos povos em diferentes épocas de suas histórias. Assim, é desencadeado um processo continuo e progressivo onde é estimulado o sistema nervoso simpático e parassimpático, induzindo o equilíbrio neurovegetativo e intensificando a homeostasia corporal, o que resulta em uma sensação de bem estar físico, regulação do sono, sensação de serenidade, despertar da criatividade existencial e o ritmo de vitalidade, transcendendo os limites pessoais.
A continuidade do trabalho deve ter um mínimo três meses a seis meses de duração. Os encontros podem ser em Workshop ou em um local especial (hotel fazenda, por exemplo). A Biodanza conquista cada vez mais espaço em todo o mundo e é muito rebuscada na América do Sul.
No Brasil é representada legalmente junto ao Ministério do Trabalho e Emprego pelo SINTE – SINDICATO DOS TERAPEUTAS www.sinte.com.bre em quase todos os estados há uma escola de Biodanza com diversos facilitadores e/ou didatas trabalhando com grupos de adultos, de crianças e específicos com necessidades especiais. É muito desenvolvida na América Central e do Norte. Na Europa está presente na Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Itália, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suécia e Suíça. Começa a desenvolver-se também na África do Sul, Austrália, Japão e Rússia. A Biodanza, em suas várias extensões, também desenvolve projetos de aprofundamento tais como: Minotauro, Árvore dos Desejos, Biodanza Aquática, os Quatros Elementos, I Ching, Biodanza e Xamanismo, dentre outros, enriquecendo o movimento holístico de forma permanente e aprofundada.
Em sua ampla experiência de mais de quinze anos, a mineira Gisele Parreira, professora e didata de Biodanza que também foi aluna de Rolando Toro afirma:
A Biodanza é uma proposta para entrar em contato profundo com a vida. Isso significa adquirir autonomia, autoestima, segurança, vitalidade e saúde; poder expressar suas emoções e saber transformar a realidade em oportunidade.”parreiragisele@yahoo.com.br
Em treinamentos empresariais, comunitários, e em cursos que leciona em Belo Horizonte – MG, Parreira, que também é psicanalista ditada e advogada, ressalta:
“A Biodanza é um importante instrumento para desenvolver os potenciais genéticos adormecidos no ser humano e pelo processo cultural que desperta o indivíduo para a realização de seu maior objetivo: viver e ser feliz. Evidente que falar em Biodanza é sempre limitante por ter esse sistema privilegiado à experiência vivencial, onde o sentir traz uma intensificação e significação pessoal na expressão da dança de cada pessoa, a coloca face a face consigo mesma. Onde não mais há a fala (às vezes, ela nos desvia), há um sentir num fluxo e refluxo de si mesmo, aflorando do seu interno para o externo, deparando-se com sua “verdade pessoal”, com seu sentir, com sua experimentação íntima, numa inversão de percepção da realidade, quase sempre, observada do seu exterior. Assim, a vivência é impactante e transformadora. ” www.biodanza-gp.blogspot.com
O objetivo da Biodanza é a ampliação do autoconhecimento e o despertar dos nossos potenciais. Nesse significativo objetivo está à integração do Ser humano entre seu pensar, sentir e agir de forma autêntica, numa unidade coerente onde seu gesto acompanha seu sentimento e estes seus pensamentos e intenções, ampliando sua existência por meio da própria sensibilidade sinestésica, somática, sensorial e psíquica.
Segundo “Mestre do Afeto” Rolando Toro :
“ A base conceitual da Biodanza provem de uma meditação sobre a vida, ou talvez da desesperança, do desejo de renascer dos nossos gestos despedaçados, de nossa vazia e estéril estrutura de repressão. Poderíamos dizer com certezas, de nossa nostalgia de amor.”
“Biodanza, mais que uma ciência, é uma poética do encontro humano, uma nova sensibilidade frente à existência. Sua metodologia promove uma sutil participação no processo evolutivo.”
Dança, Amor e Vida são termos que aludem ao fenômeno da Unicidade cósmica.
O núcleo criador da cultura do terceiro milênio está por nascer com a restituição da sacralidade da vida.” www.biodanza.org.
Para saber mais : www.holopédia.com.br


>Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico
Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico, trabalha com Reiki, Calatonia, I Ching, Florais, Terapia Corporal e Fitoterapia, dentre outras técnicas.

No registro psíquico, acredita-se que ostraços da bocacompõem um código repleto de sinais capazes de revelar aspectos que podem ou não ser conscientes, dentre os quais podemos destacar: satisfação pessoal, realização interna, sentimentos de liberdade, etc. Por outro lado, ostraços dos lábios revelam uma interpretação possível da afetividade, amorosidade, objetividade e interesses pessoais, e os traços da língua podem indicar os movimentos da busca do prazer, satisfação ou insatisfação.
A ciência moderna define a boca como a primeira parte dosistema digestório, constituída por uma cavidade que se comunica com o exterior pelovestíbulo (porção periférica compreendida entre os arcos dentais, os lábios e a bochecha), e com a laringe,pelo istmo das fauces(abertura através da qual a cavidade da boca se comunica posteriormente com a faringe). A base da cavidade está ocupada pela língua, e o lábio, como sendo o relevo que ocupa as duas margens da boca.
A leitura a seguir também é baseada na acognosia e sugere algumas das proposições mais simples de atitudes comportamentais, em conjugação com o somático, dos pontos de vista objetivo, subjetivo e psíquico, sendo uma adição necessária para a técnica “Análise da Imagem Holística do Cliente,” facilmente encontrada no sitewww.holopedia.com.br
Tem como objetivo acrescentar recursos para facilitar a análise e a interpretação dos mais recorrentes traços de boca que podem ser revelados nas imagens do cliente. As expectativas são de aproximadamente noventa por cento de exatidão possibilitando assim, revisões constantes.
I-Ausência do traço da boca: pode revelar um cliente que tem a característica de ser incapaz a qualquer satisfação pessoal e que está no auge da dependência. Mesmo que o cliente esteja bem sucedido, poderá está numa condição de vida onde o necessário e o possível deve ser feito somente para o outro. Assim, o impossível é atraído para si. Seu maior desafio poderá ser o de não se deixar levar pela posição de sucesso na vida.
É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem. II - Boca em traço reto (__): pode revelar um cliente que tem a característica de está sendo conduzido pelo movimento coletivo, ou seja, o seu desejo individual de diferenciação é a procura de adequação às normas do grupo social ao qual pertence ou deseja pertencer. Seu maior desafio poderá ser o de descobrir seuspróprios propósitos.
III- Boca em traço em forma de meia lua: pode revelar um cliente que tem a característica dese envolver e assumir como se fossem seus,acontecimentos que para si são sempre surpresas. A princípio, não sabe dizer do que gosta nem do que quer, mas tem capacidade muito grande de ser seduzido.Seu maior desafio poderá ser o de retomar a leitura de valor para si mesmo.
É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem. IV- Boca em traço em forma de meia lua invertida: pode revelar um cliente que tem a característica de saber o que quer, mas não saber onde está o que quer.Seu maior desafio poderá ser o de definir metas e compromissos a serem assumidos.
V- Boca em traço intermitente (----):pode revelar um cliente que tem a característica de gostar de ficar num posto de observação e não se integrar tendo também limitações em saber o que quer. Suas prováveis palavras de ordem: “pode ser”, “é uma possibilidade”, “talvez”, “vamos ver”, etc. Seu maior desafio poderá ser o de organizar e definir sua meta.
VI- Boca sorriso (traço em forma meia lua na horizontal com um pequeno traço diagonal em cada ponta): pode revelar um cliente que acredita que está num bom momento da sua vida, mas isso, antes de tudo, não passa de um grande esforço, pois nem sempre o sorriso significa felicidade, cordialidade ou boa acolhida. Vale ressaltar que em se tratando de gesto, é quase impossível falar com alguém durante certo espaço de tempo sem sorrir, mesmo que a outra pessoa seja um inimigo. As pessoas também sorriem sarcásticas, irônicas ou compassivamente.Seu maior desafio poderá ser o de não fazer segredo dos seus incômodos.
VII- Boca triste (traço em forma meia lua invertida na horizontal com um pequeno traço diagonal em cada ponta):pode revelar um cliente que tem como característica a lei do maior esforço. Quanto mais obstáculos para superar mais prazer sentirá para atingir o objetivo. Seu maior desafio poderá ser o de abandonar a obrigatoriedade de ser muito competente.
VIII- Boca estribo (? traço reto sob o semicírculo): pode revelar um cliente com grande disponibilidade para o externo. Seu maior desafio poderá ser o de disponibilizar para o outro o que é necessário para si.
IX- Boca estribo invertido (traço reto e sobre o semicírculo): pode revelar um cliente com limitações de fazer uso de suas habilidades. Seu maior desafio poderá ser o de desenvolver sua capacitação.
X-Boca tipo triângulo ? ?: pode indicar um cliente que se disponibiliza para tudo, mesmo não sendo necessário ou possível.Seu maior desafio poderá ser o de vencer o medo de que, se não se disponibilizar espontaneamente, não terá importância.
XI- Boca zangada (traço superior e inferior dos lábios formando a boca, com a língua para fora): pode indicar um cliente que acredita que não tem presença. Seu maior desafio poderá ser a sua aceitação no seu meio de convívio.
XI – Boca marca de beijo (traço superior e inferior dos lábios formando a boca com um semicírculo entre os mesmos): pode indicar um cliente romântico e criador de ilusões. Seu maior desafio poderá ser o de não conseguir sair do lirismo para enfrentar a realidade.
XIII- Boca ferradura (traço de formas [U ?] com ou sem dentes): pode indicar um cliente que tem como antídoto para a sua ansiedade o fato de ser simplesmente atendido. Pode também revelar também um cliente que geralmente dissimula conscientemente. Seu maior desafio poderá ser o não de perceber que está sob observação.
“A boca do insensato é sua ruína, e seus lábios, uma armadilha para si mesmo”. Provérbios 18:7
Afirmamos que é provável a possibilidade da revelação de uma centena de formatos de bocas nas imagens feitas pelos próprios clientes
Para saber mais: www.holopedia.com.br
Share/Save/Bookmark

Menu Principal

Sites Recomendados da Profissão

www.sinte.com.br
SINTE - Sindicado dos Terapeutas - O Site OFICIAL da Profissão
www.livroteca.com.br
A Livraria Oficial da Profissão
www.holopedia.com.br
A Enciclopédia da Terapia Holística




Texto extraído de: http://www.sinte.com.br/revistaterapiaholistica/arteterapia-estetica/arteterapia/311-biodanca#ixzz1gWHo2vRY
Direitos Autorais: SINTE - SINDICATO DOS TERAPEUTAS

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

DEFINIÇÃO EM BIODANZA - GRUPOS DE BIODANZA SEMANAL


Definição de Biodanza

Biodanza é um sistema de integração humana, renovação orgânica, reeducação afetiva e reaprendizado das funções originárias da vida. Sua metodologia consiste em induzir vivências integradoras por meio da musica, do canto , do movimento e de situações de encontro em grupo.
 

INTEGRAÇÃO HUMANA


Em Biodanza o processo de integração atua mediante estimulação das funções primordiais da conexão com a vida, que permite cada indivíduo integrar-se a si mesmo, a espécie e ao universo.

RENOVAÇÃO ORGÁNICA

É a ação sobre a auto regulação orgânica, induzida principalmente mediante a estados especiais de transe, que ativam processos de renovação celular e regulação global das funções biológicas, diminuindo os fatores de desorganização e estresse.

REEDUCAÇÃO AFETIVA


É a capacidade de estabelecer vínculos com outras pessoas.

REAPRENDIZAGEM DAS FUNÇÕES ORIGINÁRIAS DE VIDA

É aprender a viver a partir dos instintos. O instinto é uma conduta inata , hereditária, que não requer aprendizado e se manifesta mediante estímulos específicos, tendo como objetivo conservar a vida e permitir sua evolução.
Os instintos representam a natureza em nós, e sensibilizar-se a eles significa restabelecer a ligação entre natureza e cultura

VIVÊNCIAS INTEGRADORAS

É
uma experiência vivida com grande intensidade no aqui agora com qualidade ontológica (se projeta sobre toda a existência), na Biodanza as vivências são integradoras por que possuem um efeito harmonizador em si mesmas.
As vivencias na Biodanza estão orientadas para estimular os potenciais de vitalidade, sexualidade, criatividade, afetividade e transcendência, denominados Linhas de Vivencia.
 
GRUPOS SEMANAIS:  4A. FEIRA - 18:30/21
                                        SABADO   - 14:30/17
RUA TUPIS, 185 S 902 CENTRO - BELO HORIZONTE - MG
INFORMAÇÒES E INSCRIÇÕES: parreiragisele@yahoo.com.br
MENSALIDADE R$ 160,00
GRUPO SABADO PROMOÇÃO PACOTE TRIMESTRAL R$ 100,00 CHEQUES PRÉDATADOS
AULA AVULSA: R$ 50,00
AULA EXPERIMENTAL: R$ 20,00



 
 
 
 
VEJA OUTRAS ATIVIDADES DO ESPAÇO HOLOS TERAPIAS GP
 

VIDEOS DE BIODANZA CONFIRA

HISTORIA SEM PALAVRAS, CORPOREIDADE MUSICAL

BIODANZA POETICA DO ENCONTRO HUMANO ROLANDO TORO


DESCUBRA TODOS OS BENEFICIOS DA BIODANZA EM SUA VIDA


BIODANZA AQUATICA






BIODANZA MODELO TEORICO


BIODANZA GRUPOS SOCIAIS E PROGRAMAS SOCIAIS


BIODANZA NA AÇÃO GLOBAL




ENCONTRO INTERNCIONAL DE BIODANZA NA AFRIA EM DEZ 2011



quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011